•   Quinta-feira, Dezembro 19, 2019
EQUIPAMENTOS E REVIEWS Produtos e Tecnologia

Manual de Montagem do Colete Fenrir 2

( words) 852 Views

Inclua no seu planejamento operacional o cenário pessimista.

A alça de desmontagem do colete Fenrir 2 é um acessório indispensável para quem opera de forma real e coloca sua vida em risco. Não há como prever que você nunca precisará ser atendido de forma rápida em uma situação de crise.

Ter um colete que possa se desmontar rapidamente pode ser a diferença que falta quando o pior acontece.

Quando você vai para uma missão, deve fazer parte do seu planejamento operacional a formação de cenários tanto positivo quanto negativo. Tendo em mente que o pior pode acontecer, você conseguirá se preparar mais para “SE” aquilo acontecer, poder sobreviver, afinal, nada mais importa.

Analise de cenário 1

Um desses cenários é você operar em áreas alagadas ou embarcado e por alguma situação que possa evoluir, caia da embarcação com todo o seu equipamento. Imagine que seu inimigo continua a efetuar disparo, imagine que você esta de bota e com arma longa, curta e todos os carregados e materiais que você julgou necessário para essa missão. Imagine ainda o peso disso tudo e mais a placa balística alinhados ao stress gerado pelo infortúnio.

Obvio que existem grupos treinados para operar nessas condições mas você é? Certeza?

Se sua resposta é talvez, tenha um colete que você possa se desvencilhar do peso de forma a conseguir nadar pelo menos até sua embarcação virada e ou buscar abrigo. Afundar com todo o equipamento pode parecer lógico, afinal estão atirando em mim e perder a proteção balística não seria uma opção. Se você passar do ponto de retorno, vai morrer afogado e não baleado. Se você subir, suas chances de sobreviver aumentam e sua equipe vendo que você esta vivo pode lhe dar suporte e continuar o combate se ele ainda existir.

Analise de cenário 2

Outro cenário é ter sido alvejado. Nos filmes as pessoas levam tiros nos coletes e continuam atirando. Quem opera de verdade sabe que na maioria das vezes isso não acontece. Existe uma transferência de energia gigante para o corpo do operador. Algumas pessoas podem até morrer do impacto e as lesões internas geradas mesmo não tenho transfixado a placa. Existem placas de redução de trauma no mercado que visão mitigar essa situação.

Então, você foi alvejado e não se sabe a gravidade do problema. Virar você de uma lado para o outro para retirar o colete não deve ser a única opção se isso não for muito mas muito necessário mesmo. Se houver fraturas em costelas devido ao trauma, essas costelas podem perfurar órgãos importantes e você acabar morrendo não pelo trauma inicial, mas pelo provocado por quem queria te salvar.

Uma alça de soltura rápida fás com que seu salvador possa retirar a parte da frente se deu colete ou as laterais sem ter que movimentar você. Ele consegue ver o trauma e tomar uma decisão mais assertiva para ajudá-lo.

Veja abaixo o vídeo de como remontar seu equipamento, caso ele seja desmontado. Saiba o fazer mesmo sobre condições difíceis pois sua vida e de seus colegas podem depender disso.

Quer aprender mais sobre APH de combate? leia nosso artigo sobre ferimentos de combate.

Leia Mais: Qual a resistência dos furos MOLLE a laser?

You Might Also Like...

Leave a Reply

Your email address will not be published.