•   Segunda-feira, Dezembro 14, 2020
Conduta Urbana Sobrevivência Vida ao ar livre

Preparação – O que Realmente Preciso para Sobreviver?

( words) 258 Views

Sobreviver a crises requer preparação antecipada e algum treinamento específico para cada tipo de que crise que se possa enfrentar.

A maioria das pessoas quando pensa em preparação ou sobrevivência, pensa em matas, cabanas, obtenção de fogo, agua etc.

Esse é o enredo da maioria dos programas de entretenimento de canais especializados que possuem quadros para este fim.

É Só Isso?

Não! creio que seja algo bem mais complexo e passa por algumas coisas que a maioria não pensa.

Quando inicie alguns questionamentos sobre o tema e visto que a pandemia trouxe inúmeros problemas para todos, percebi que “sobreviver” ou estar preparado geralmente não é tão simples para a maioria.

As crises que alguns se preparam, geralmente são colapsos onde ouve uma catástrofe natural ou não e que sobraram poucas pessoas. Nesse cenário você precisaria ter algumas habilidades para sobreviver por mais tempo.

E se não for assim? E se for somente uma crise onde você perde seu emprego, as pessoas são impedidas de trabalhar, logo não podem produzir, gera escassez e os preços disparam e você nem vai vendo que esta entrando em um problema muito maior a médio e longo prazo?

Pensei. O Que eu faria, ou o que posso fazer pra resolver um problema como esse? Há alguma coisa que eu possa começar agora e que me trará resultados? Do que eu preciso?

Perguntas com muitas respostas possíveis.

Primeiro: quais as necessidades básicas de um ser humano e que sem elas ele pode vir a morrer?

Abrigo eu tenho, água tenho e não é difícil de conseguir mais, comida…comida pode ser o principal problema a curto prazo, mas que tipo de comida?

Precisamos de proteínas, açúcares e carboidratos pra sobreviver. A proteína geralmente conseguimos comendo os produtos de origem animal e o carboidrato dos grãos.

As proteínas são responsáveis por diversos processos no corpo e sem elas pode ocorrer um reboliço internamente e com isso outros problemas para se cuidar e não preciso de mais problemas. Então a proteína não pode ser cortada.

Proteínas estão presentes em três grupos da pirâmide alimentar: leite e derivados; carnes e ovos; leguminosas

Na pandemia, vimos o preço da carne disparar e se você tiver uma reserva financeira pode ser que seja alocado boa parte dela para manter o consumo de proteína diário. Se estou sem trabalho, pode ser mais complicado comprar carne. Ainda temos ovos que é mais barato e o próprio frango.

Quais Outras Fontes?

Leguminosas: São boas fontes de proteínas mas não consigo plantar e colher em tempo curto. Quem mora em apartamento ou casas também não poderá fazer.

Temos ai um outro tipo de material que é fonte de proteína e pode ser cultivado até em apartamento sem maiores cuidados.

Os cogumelos.

Pesquisadores da Faculdade de Engenharia de Alimentos da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), estudaram o valor nutricional de dezessete espécies de cogumelos ao longo de dois anos.

Além de rico em sais minerais, vitaminas, carboidrato e gordura insaturada, o cogumelo contém 21 aminoácidos essenciais para o corpo, e apresenta um número de proteínas duas vezes maior do que o encontrado na carne bovina, segundo os pesquisadores.

Ok! mas como cultivar?

Descobrindo o Mundo dos Cogumelos

Como é uma fonte de proteína, fui pesquisar se era difícil de fazer, já que as vezes vemos esses fungos em galhos de arvores, cercas e até nos jardins.

Para minha grata surpresa, encontrei muito material sobre na internet e até livros da EMBRAPA que ensinam a cultivar esses fungos comestíveis.

Iniciei então a jornada de conhecimento para saber como e quanto tempo demorava para se produzir cogumelos e se poderia ser uma solução viável.

Aprendi que o espaço de tempo entre o início da colonização do micélio e a frutificação varia muito, mas em geral, é de no mínimo, 60 dias e , no máximo, 180 dias para a frutificação. Ou seja, pelo tempo é possível sim produzir.

Mas e a produtividade? O espaço necessário?

A produtividade depende da quantidade de substrato que vou utilizar e o espaço e também relativo a quando vou precisar. Lembrando que isso seria mais uma fonte e não a única fonte de proteína.

Eu poderia usar um espaço na dispensa do local onde resido ou até mesmo um cômodo para produções maiores se precisar. Poderia usar também toras verdes em mata próxima para outras culturas. Então sim! o cogumelo se mostrou um boa fonte de proteína e além disso até de possível renda haja vista serem vendidos a R$45,00 o KG. Posso vender o excedente e comprar outras proteínas como o ovo.

Início da Jornada.

Quer saber como isso continua?

Nos acompanhe aqui o desenrolar dessa nova aventura Clicando Aqui!.

Bolsos Organizadores para qualquer crise.

Leia o Próximo Texto

1- Ah é Facil e Rapido. Será?

You Might Also Like...

Leave a Reply

Your email address will not be published.