Sete armas de ficção científica que podem fazem sentido

A ficção científica geralmente fornece uma lente  partir da qual podemos ver o mundo, além de incríveis efeitos especiais.

Mas uma coisa de que mais gosto é ver novas abordagens sobre armas. Se o gênero escolhido for ficção científica, estão temos  alguns filmes dos quais você deve fazer anotações.

Rifles/Pistolas Blaster – Guerra nas Estrelas

 Star Wars descreve muito pouco o sistema  icônicos dos blasters. Em vez disso, eles se concentram nos resultados: os “soldados rebeldes apontando suas armas”, “disparos a laser” e “virotes mortais”. Uma razão para isso é simplificar o script para manter a ação fluindo.

Embora seja difícil dizer quanta teoria foram elaboradas para criar o blaster, eles oferecem algumas vantagens sobre as armas de hoje:

  1. Capacidade de munição possivelmente ilimitada.
  2. Capacidade de parada (parando uma ameaça com apenas um tiro) até mesmo com os menores blasters (algo com o qual as pistolas e rifles modernos lutam).
  3. Cada tiro funciona como um projétil rastreador, o que significa que você pode ver exatamente onde seus tiros atingiram.

Os dois primeiros fatores sozinhos podem convencer os soldados a jogar fora suas armas de arremesso de balas em troca do raio blaster vermelho.

Rifles Modernos – Alien: Covenant

Situado em 2104, você esperaria que Alien: Covenant apresentasse armas avançadas como os M4A1 Pulse Rifles of Aliens.  Como um grande fã da franquia, com certeza sim, apenas para ficar desapontado com os oficiais de segurança do navio carregando AR-15s prontos para uso e rifles bullpup. Esse pensamento ficou comigo durante os sustos e bem depois do filme. Por que esses civis não estavam usando as mesmas armas que eu aprendi a amar? Então me dei conta: porque são civis. O Covenant é um navio de propriedade de uma corporação; faz sentido que eles não estivessem equipados como os fuzileiros navais. Certamente eles teriam desenvolvido algo mais para os civis nos mais de oitenta anos entre hoje quando se passa o filme, certo? Não exatamente.  O design moderno de armas estagnou com apenas algumas pequenas mudanças nas últimas décadas. Existem até alguns militares que usam o modelo AK-47 de setenta e três anos. Enquanto os militares de hoje estão experimentando munição telescópica , só posso imaginar que o que temos agora estará por aí bem depois de 2104.

Rifle SKS – Mad Max: Estrada da Fúria

O universo Mad Max funciona com três coisas: água, gasolina e balas. 

Todos os três são muito aparentes desde o início, mas o último é um ponto crítico em Fury Road. 

Os carros e armas necessários para prosperar são prontamente abundantes, mas os consumíveis com os quais eles rodam são muito limitados. 

Essa escassez é aparente na cena em que Max tenta derrotar o Bullet Farmer (um homem que chegou ao poder monopolizando munições) com apenas alguns tiros. Em vez de desperdiçar o último tiro, ele entrega o rifle semiautomático SKS para Furiosa, um atirador melhor.

Isso ajuda a desenvolver uma sensação de desespero: os personagens precisam aproveitar ao máximo os recursos limitados. Fazer isso dá vida ao cenário pós-apocalíptico e ajuda a estabelecer as apostas do filme.

Facas, adagas e espadas – Duna

Embora possamos ver espadas nas imagens promocionais do novo filme, o Dune original se apegou a facas e punhais. 

Normalmente, as lâminas têm um lugar limitado em filmes modernos ou de ficção científica, mas Duna fornece uma justificativa válida para seu lugar de destaque. 

A maioria dos nobres usa um campo de força que os protege de projéteis rápidos como balas, mas “a lâmina lenta penetra no escudo”.

Essa não é apenas uma ótima maneira de adicionar algumas cenas de luta corpo a corpo que, de outra forma, estariam fora de lugar em filmes de ficção científica com armas avançadas, mas também se baseia na corrida de armas contra armaduras de hoje. Estamos constantemente criando novas placas de blindagem de cerâmica e plástico para os soldados e, em seguida, novas balas para derrotá-los. Tudo tem ou terá em breve uma contramedida.

Além disso, as lâminas podem penetrar na armadura de alguém quando algumas balas não conseguem.

Sabre de luz – Franquia Star Wars

Ok, posso gostar muito desses filmes, mas o sabre de luz pode facilmente ser a lâmina definitiva. 

É compacto e fácil de transportar, pode efetivamente cortar e empurrar (a maioria das lâminas se concentra em uma ou outra) e é igualmente potente contra carne e armadura. 

As únicas desvantagens são a falta de proteção para as mãos e o ruído icônico que eles fazem.

" Esta é a arma de um Cavaleiro Jedi. Não tão desajeitada ou aleatória quanto um blaster. Uma arma elegante para uma era mais civilizada. "

Obi-Wan Kenobi

Espada/chicote eletrocorrente – Star Wars: Os Últimos Jedi

Como mencionei antes com Dune , toda arma, não importa quão poderosa seja, tem uma contramedida. 

A espada/chicote resistente ao sabre de luz empunhada pelos Guardas Pretorianos era seu método de combater inimigos sensíveis à Força com sabres de luz.

Essa arma incomum nunca apareceu nos filmes da franquia Star Wars.

O princípio deste artefato é o mesmo de um sabre de luz comum, a diferença fica na lâmina.

Mais longa e flexível que a de um sabre, é ideal para atingir inimigos a longa distância. Seu portador deve ser muito habilidoso e preciso, porque apesar de ser menos potente que a versão “espada”, o chicote de luz é letal.

Qual armar você acredita que podemos ver de verdade em um futuro próximo?

Exoesqueletos?

Creio que esse tipo de coisa nem pode ser considerado uma arma diretamente não é? Deixe nos comentarios suas observações sobre as armas do futuro. A gente quer saber.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *