6 Dias - Operação Nimrod

O cerco da embaixada do Irã em Londres, ficou também conhecido como Operação Nimrod em 1980. Um dos episódios de uso da SAS em terras inglesas.

Nessa data, um grupo de seis homens armados invadiram a embaixada iraniana em South Kensington, Londres. Os seis homens fizeram 26 pessoas como reféns – na sua maioria funcionários da embaixada, incluindo vários visitantes e um polícial que guardava a embaixada.

Os invasores, membros de um grupo árabe iraniano que defendia a soberania nacional árabe na região sul do Cuzistão, exigiam a libertação de prisioneiros árabes das prisões do Cuzistão, e a sua própria saída em segurança do Reino Unido. 

O governo britânico informou que a sua saída em segurança não podia ser garantida, e deu início a um cerco. Nos dias que se seguiram à tomada dos reféns, as negociações da polícia resultaram na libertação de cinco deles em troca de pequenas concessões, tais como a transmissão das exigências dos terroristas na televisão britânica.

Essa é a base da história contada pelo filme 6 Dias lançado pela NETFLIX recentemente.

Na minha opinião pessoal, o mais bacana é ver os soldados da SAS, treinando para o assalto a edificação paralelamente enquanto a policia tenta negociar a saída dos reféns e terroristas.

A dedicação que acredito ter sido muito maior na vida real faz com que acreditemos que existem cães pastores e que mesmo com o risco da própria vida, existem alguns que são a barreira entre o bem e o mal.

Pode parecer clichê, mas é isso mesmo, a luta do bem contra o mal, porém essa historia não é ficção, aconteceu realmente.

Em uma das cenas, um dos operacionais fica por um longo tempo observando as fotos em preto e branco das faces dos terroristas de forma a memorizar seus rostos e sabem em quem atirar e em quem não atirar no momento do ataque. Isso demonstra o tamanho engajamento desses caras na missão a ser realizada.

Mesmo contra toda a merda da politica existente, eles fazem o seu trabalho. Gente como o negociador local que quer libertar os anjinhos que estão dispostos a semear o terror e matar os reféns.

Você já viu isso acontecer? Já viu babacas cheios de retorica politica interferindo no seu trabalho serio?

Tanto os terroristas, como a sua causa, foram esquecidos, mas a operação foi importante para que o grupo SAS, fosse conhecido pelo público em geral aumentando a reputação da Primeira-Ministra, Margaret Thatcher.

Além disso, o número de candidatos que se apresentaram para fazer parte do SAS aumentou exponencialmente, devido ao impacto que essa missão teve na opinião pública, e, ao mesmo tempo, os seus serviços passaram a ser requisitados por governos estrangeiros.

 

A embaixada iraniana, situada no número 16 da Princes Gate, só reabriu em 1993, depois de ter sofrido graves danos de um incêndio provocado pelo assalto.

Se você curte filmes baseados em fatos reais essa é nossa dica para seu fim de semana.

Bom filme.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *