O que é um Bolso Molle?

MOLLE é a abreviação de Sistema Modular de Transporte Leve, ou seja, uma forma de você montar seu equipamento que pode carregar ao corpo de forma mais otimizada.

Esse sistema modular permite a você mudar as configurações de seus bolso modulares ou porta carregador modulares como peças de lego e assim ampliar ou diminuir a capacidade de seu equipamento, o que ajuda e muito no dia a dia.

Como funciona?

É bem simples e fácil instalar e permitir que se possa modificar quando se precisa um colete tático ou mochila tática mesmo que seja para uso no dia a dia é o que define esse sistema..

Alguns produtos modulares são produzidos com tiras costuradas sobre o tecido e outros com furos cortados a laser. Vejas as figuras abaixo cada modelo.

1 .O Sistema Molle Laser Cut

Nesse modelo são cortados furos a laser como o nome já diz, no próprio tecido e possui algumas vantagens. A primeira é que fica muito mais limpo a visão do equipamento sem as fitas transversais costuradas.

Outra vantagem é devido ao tempo. A maioria não é construída com fitas de poliamida e sim Polipropileno. Dessa forma, sofre desgaste maior do que o tecido ficando com aparência de usada com mais facilidade. O corte a laser por ser feito sobre o próprio tecido, tende a se manter pelo tempo.

E a resistência?

Depende muito do tipo de tecido que se esta usando para fazer o sistema. Se for usado somente Cordura, não terá resistência pois esta se cortando as fibras de um tecido plano e a única coisa que segura esses fios no lugar é a resina colocada atrás do tecido.

Os produtos que funcionam de verdade são os chamados “lâminados” pois ajudam a manter as fibras no lugar mesmo após esse corte. Um dos mais famosos é o SPECTRA CENTURION ™ que é fabricaod pela empresa Honeywell. Ele utiliza a fibra Spectra em sua composição, uma fibra de polietileno de alto peso molecular que é 15 vezes mais forte do que o aço com o mesmo peso.

Com menos necessidade de material, o Centurion permite construções de design que podem ser 35-40 por cento mais leves do que os designs de Bolsos Molle tradicionais. O peso reduzido alivia a fadiga e o estresse colocados no corpo durante o uso dando conforto e mobilidade, não comprometendo o desempenho para o usuário.

É fabricado com Cordura 500 D laminado com Spectra que o deixa muito resistente e versátil.

Desvantagem? O preço. O tecido é bem caro para os padrões brasileiros e torna inviável a produção em massa de equipamentos com essa fibra no geral. A Warfare e a Arma Blindagens produzem uma linha muito específica de materiais com esse tecido e somente para compras governamentais que exigem esse material.

Outro material super resistente porém tão caro quanto o Centurion é o tecido Dyneema, pois é construido com a mesma fibra que o Centurion. Os fabricantes claro tem suas diferenças na construção e o chamam de forma diferente. O “polietileno de ultra-alto peso molecular” (UHMWPE), um material superplástico que já está disponível comercialmente e começa a substituir o material fibroso para-aramida, ou Kevlar, usado em coletes à prova de balas.

É um material macio e aveludado, extremamente leve, mas forte o suficiente para parar o projétil de uma arma de fogo.

Warfare e Arma Blindagens em parceria desenvolvem atualmente uma série de testes buscando melhorar seus tecidos com custo mais atrativo e utilizam as fibras mais resistentes no mercado para projetos que demandam esse material.

O laminado utilizado hoje pela empresa Warfare e Arma Blindagens tem boa resistência com laudos de laboratório atestando até 76 kg de força necessária para começar a romper os furos. Isso é mais que suficiente para a produção e conservação da maioria dos produtos.

É também um composto que leva algumas camadas de tecidos diferente e borracha de Eva para dar o corpo necessário que se deseja sem adicionar peso deixando os produtos mais armados.

O Sistema Molle com Fitas

Ele é o mais conhecido entre os usuários a muito tempo. Consiste em fitas de poliamida ou polipropileno com 2,5 cm de largura costuradas sobre a peça com um espaçamento padrão entre elas. As costuras são feitas na vertical e as fitas dispostas na horizontal.

Antigo modelo da Bolsa SheepDog que foi remodelado para os sistema Laser Cut atual

As desvantagens desse sistema são em primeiro lugar o envelhecimento sofrido pelas fitas que são de material diferente em sua maioria do tecido da bolsa. A não ser é claro as bolsas e acessórios provenientes da China e distribuídas no Brasil em larga escala que são produzidas em poliéster 600. Nesse caso o envelhecimento será igual para as duas peças.

No caso dos produtos ainda produzidos pela Warfare nesse sistema, são usadas fitas sobre tecido poliamida Cordura. Porque não se usa poliamida também? Simples. Custo. Ficaria bem mais caro produzir com poliamida do que utilizar um sistema novo como o Laser Cut.

Outra desvantagem desse modelo é o peso adicionado pelas fitas ao produto, o que não acontece com seu irmão moderno o Laser cut. Além disso temos as costuras que mesmo sendo feitas em travete pelas marcas mais importantes, ainda podem arrebentar e descosturar. Menos provável mas acontece.

Na primeira figura você pode ver a costura em máquina reta simples formando do sistema modular que tem com maior probabilidade de estourar e soltar.

Na segunda imagem você encontra a costura em maquina Travete formando o sistema modular utilizado pela Warfare com menor probabilidade de estourar.

A vantagem desse modelo é a praticidade de se colocar os acessórios pois a fita esta pra fora e não para dentro em comparação o laser Cut.

Ela é mais fácil de se colocar os bolsos modulares e porta carregadores modulares na sua plataforma.

E Como de usa o Molle?

Para que possa ser usado esse sistema modular, você precisa de acessórios modulares que contenham fitas dispostas na vertical na parte de trás. Essas fitas serão usadas para formar uma costura na plataforma de forma que o bolso Molle fica preso ao seu equipamento.

Essas fitas serão necessárias para se usar os 2 sistemas modulares, tanto o laser Cut quanto o antigo que utiliza as fitas horizontais.

A montagem é feita conforme imagem ao lado de forma simples e pratica.

Como é a montagem do Sistema MOLLE

Abaixo colocamos uma sequencia de imagens com o passo a passo da montagem de seu Bolso Molle em sua plataforma, seja ela qual for. Um colete tático, uma bolsa ou Mochila, o processo é o mesmo e para os 2 sistemas.

  1. Posicione o bolso modular onde deseja instalar. Sempre é a parte de cima que vc deve considerar ou o máximo de altura que você deseja que esse equipamento fique . Veja também as distâncias laterais para que fique bem posicionado e nao ocupe mais espaço do que precisa.
  2. Passe todas as fitas do bolso modular pelos espaços entre as costuras da sua plataforma.
  1. Retorne a fita ao bolso Modular e passe pelos espaços.
  2. Se forem do modelo antigo terão fitas como o colete modular na imagem. Se forem do sistema Laser cut já terão os furos conforme o bolso na imagem.
  3. Passe novamente na próxima fileira de fitas ou furos de sua plataforma.
  4.  Após essa passagem, fixe os botões fechando o circuito.

Com esse sistema modular você pode montar e desmontar quantas vezes forem necessário seus equipamentos.

Cada missão ou aventura em particular podem requerer tipos de acessórios modulares diferentes, e dessa forma você consegue se adaptar muito melhor ao que surgir.

Escolha seu tipo de material e brinque com as possibilidades.

Gostou ? Deixe sua opinião nos comentários que a gente quer saber.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *